Pastor é condenado por filmar mulher em momento íntimo

Pastor é condenado por filmar mulher em momento íntimo
Pastor é condenado por filmar mulher em momento íntimo
Pastor foi condenado por danos morais. Pastor é condenado por filmar mulher em momento íntimo para comprovar suposta traição.

Pastor e presbítero foram condenados a pagar R$ 40 mil de indenização a uma mulher

Eles filmaram e divulgaram um vídeo dela em momentos íntimos com outro rapaz

A dupla agiu por entender que a vítima estava traindo o marido, de quem já havia se separado

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve decisão que condenou um pastor e um presbítero a pagarem indenização de R$ 40 mil a uma mulher filmada por eles em momento íntimo com outro homem.

A sentença havia sido definida pela 1ª Vara de Pompeia e foi reafirmada pela 2ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP, que fixou o valor da quantia a ser quitada por danos morais, uma vez que o vídeo foi divulgado pela dupla.

Relator do processo, o desembargador Álvaro Passos considerou que nem uma suposta traição da vítima justificaria o ato do padre e do presbítero. Ele apontou, ainda, o “efeito cascata” gerado pela divulgação de vídeos íntimos de mulheres nas redes sociais, tornando quase impossível sua retirada da internet.

“A atitude ilícita dos demandados é certa e confessa, sendo certo que eventual traição ao ex-cônjuge da requerente figura como aspecto que somente dizia respeito aos emocionalmente envolvidos e jamais legitimam a sua exposição”, declarou.
Entenda o caso

Segundo o TJ-SP, a mulher e seu ex-marido frequentavam rotineiramente a igreja onde atuavam o padre e o presbítero. Certo dia, a dupla viu a moça com um outro rapaz e julgou que ela estava traindo seu companheiro, sem saber que o casal já havia se separado.

Eles seguiram a vítima e invadiram a residência onde ela estava com o namorado. Quando a flagraram em momentos íntimos com o rapaz, decidiram filmar a ação.

Posteriormente, o vídeo foi enviado para o ex-marido da mulher e para um grupo nas redes sociais. Ao tomar conhecimento do episódio, a vítima entrou com ação por danos morais.

Não foram reveladas maiores informações sobre o caso, como as identidades dos envolvidos ou a data da filmagem.

Veja também

O cantora gospel Amanda Wanessa recebe alta hospitalar

O cantora gospel Amanda Wanessa recebe alta hospitalar em Recife 642 dias após acidente de carro

Amanda Wanessa recebe alta hospitalar em Recife 642 dias após acidente de carro. O cantor …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.