A Policia descobriu o assassino Anderson do Carmo

A Policia descobriu o assassino Anderson do Carmo

Pelos pubianos permitem que a polícia encontre o assassino Anderson do Carmo.

Um pelo pubiano mudou os rumos da investigação do assassinato de Anderson do Carmo

Evidência fez polícia constatar que o pastor havia sido morto por Flávio Rodriguez

Filho biológico de Flordelis matou o padrasto a mando da ex-deputada

Investigadores responsáveis pelo inquérito do assassinato do pastor Anderson do Carmo contaram com um fator pouco tradicional para descobrir o autor do crime: um pelo pubiano.

Anderson foi morto a tiros em junho de 2019, na residência em que vivia com a esposa, a então deputada e cantora gospel Flordelis, em Niterói, no Rio de Janeiro.

Em meio à investigação, os agentes realizaram uma operação de busca e apreensão na casa onde Anderson vivia e encontraram o revólver utilizado no crime no quarto de Flávio dos Santos Rodríguez, filho biológico de Flordelis.

A defesa do suspeito, inicialmente, alegou que a arma havia sido plantada no local. Mas a constatação de um pelo pubiano no objeto mudou os rumos da investigação.

“A gente acredita que o autor tenha utilizado a arma sem coldre, então, no espaço entre o corpo e o ferrolho da arma, onde desliza, um em cima do outro, a gente encontrou um pelo pubiano. Material era exatamente o mesmo doado pelo Flávio”, disse o perito Thiago Hermida.

A polícia conseguiu material genético da garrafa de água e do garfo que Flávio utilizou quando foi à delegacia prestar depoimento.
Veja as condenações

Diante das evidências, o rapaz foi condenado a 33 anos e dois meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma, uso de documento ilegal e associação criminosa armada.

Mãe de Flávio, Flordelis foi considerada mandante do crime e acabou condenada a 50 anos e 28 dias de prisão pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosamente armada.

Já a filha biológica da ex-deputada, Simone dos Santos Rodrigues, pegou 31 anos, quatro meses e 21 dias de prisão por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e associação criminosa armada.

Filhos afetivos de Flordelis, Marzy Teixeira da Silva e André Luiz de Oliveira, além da neta Rayane dos Santos Oliveira, foram absolvidos de todas as acusações pelas quais respondiam.

Veja também

Descubra quem são os indicados ao Grammy Latino de 2022 para artistas gospel

Descubra quem são os indicados ao Grammy Latino de 2022 para artistas gospel

Conheça os cantores gospel indicados ao Grammy Latino 2022. O Grammy Latino anunciou os indicados …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.